Fechamento B.Side: Ibovespa tem dia negativo pressionado por Vale e Petrobras, mas mantém 116 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,25 após sinalização de Campos Neto

Assets, Fundos & Gestores

Gestores afirmam que investidor deve priorizar caixa para enfrentar momento de turbulência no Brasil

Questionado no evento BTG Bankers Experience 2021 sobre qual movimento seria adequado para o investidor nesse momento de turbulência no âmbito doméstico, Márcio Roberto...

Por que o Newton Tech Fund não investe na B3 quando o assunto é tech?

Atualmente, 10 meses após o lançamento do Newton Tech Fund, disponível na plataforma do BTG Pactual, uma pergunta com certeza sempre vai acompanhar o...

Quantitas projeta Selic a 10% em 2022 para depois retornar a 6,5% em 2023

Diante de um cenário de pressão inflacionária no Brasil e no mundo, a Quantitas, asset independente com mais de R$ 4 bilhões sob gestão,...

Fundos multimercado macro juntam os cacos após tombo no Brasil e aumentam posições no exterior

2021 definitivamente não tem sido um ano fácil para os fundos multimercados, principalmente os da categoria macro, isto é, aqueles que têm uma estratégia...

Alternando entre altas e baixas durante toda a sessão, o Ibovespa adotou o tom negativo no final do dia e registrou uma leve desvalorização de 0,19%, aos 116.180,55 pontos. O índice foi pressionado por quedas de nomes importantes como Vale e Petrobras. Somado a isso, a Bolsa também monitorou o comportamento dos juros futuros, com uma retirada de prêmios após falas do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, no evento BTG Macro Day. Campos Neto disse que o Copom levará a taxa Selic “para onde precisar levar” com o objetivo de cumprir as metas de inflação, no entanto ressaltou que isso não significa que o BC reagirá a dados de curto prazo.

Entre os dados econômicos, o volume de serviços em julho teve alta de 1,1% em comparação com o mês anterior, alcançando o maior patamar desde março de 2016, segundo o IBGE. O número também está 3,9% acima do nível pré-pandemia, em fevereiro de 2020.

Em Wall Street, as bolsas americanas fecharam em queda, apesar de uma leitura inflacionária melhor do que o esperado pelo mercado, sugerindo que a inflação possa ter atingido seu pico e afastando apostas para o início da redução do programa de compra de títulos do Federal Reserve. Hoje, o índice de preços ao consumidor (CPI) de agosto dos Estados Unidos registrou alta de 0,3%, quando a expectativa era por uma elevação de 0,4%. Nas próximas semanas, os dados econômicos tornam-se ainda mais importantes para ver se confirmam a fraqueza do último relatório de empregos de agosto ou começam a sugerir que realmente haja uma melhora.

No mercado de câmbio, o dólar à vista teve leve alta de 0,65%, cotado a R$ 5,2573, refletindo o cenário de maior cautela no exterior. Somado a isso, a fala de Campos Neto contendo a expectativa de investidores por altas mais fortes da taxa básica de juros também trouxe uma pressão pontual ao real.

Destaques da Bolsa

Entre os destaques da B3, as ações de Méliuz ON dispararam 15,10%, enquanto as de Locaweb ON aceleraram 8,21%, se aproveitando de um movimento generalizado de otimismo global para as empresas de tecnologia depois da inflação dos Estados Unidos vir abaixo do esperado.

Pelo lado negativo, as ações de Magazine Luiza ON recuaram 2,35%, digerindo um relatório do banco Goldman Sachs, que prevê um ambiente mais desafiador para a varejista no curto prazo. Os papéis da companhia conseguiram fechar acima de R$ 17, mas no menor patamar desde 17 de junho de 2020.

Já os papéis de Petrobras ON e PN caíram 0,74% e 1,33%, respectivamente. Hoje, o presidente da companhia, Joaquim Silva e Luna, participou de uma audiência na Câmara dos Deputados e afirmou que a alta dos combustíveis não reflete necessariamente as mudanças feitas pela Petrobras. Segundo ele, o que mais afeta a elevação de preços é o imposto estadual do ICMS. Apesar do discurso de Silva e Luna ser considerado positivo, o mercado ainda se sente desconfortável em torno dos ruídos envolvendo a estatal.

Publicidade

Recomendado

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Recentes

Fechamento B.Side: Ibovespa ameniza perdas após permanência de Guedes e cai aos 106 mil pontos; dólar recua a R$ 5,62

Em mais um dia de pressão para os ativos domésticos, ainda refletindo os temores fiscais por mudanças no teto de gastos, o Ibovespa registrou...

Gestores afirmam que investidor deve priorizar caixa para enfrentar momento de turbulência no Brasil

Questionado no evento BTG Bankers Experience 2021 sobre qual movimento seria adequado para o investidor nesse momento de turbulência no âmbito doméstico, Márcio Roberto...

B.Side Daily Report: mercado digere alteração no teto de gastos por meio de PEC dos Precatórios; bolsas sobem no exterior

Bolsas globais adotam tom majoritariamente positivo Os índices futuros de Nova York não definem sinal único, enquanto as bolsas europeias sobem em bloco nesta sexta-feira....

Fechamento B.Side: Ibovespa desaba aos 107 mil pontos com risco fiscal persistente; dólar dispara a R$ 5,66

Repercutindo as falas de ontem do ministro da Economia, Paulo Guedes, que propôs um “waiver” (perdão) para permitir gastos de R$ 30 bilhões ou...

“O teto de gastos não é mais um instrumento de estabilização”, afirma Carlos Woelz, sócio-fundador da Kapitalo

Desde que integrantes do governo anunciaram no início da semana que parte do Auxílio Brasil, programa social que substituirá o Bolsa Família, poderá ser...
Publicidade