B.Side Insights

Daily report

Fechamento B.Side: Ibovespa retoma 103 mil pontos impulsionado por Petrobras, Vale e bancos; dólar sobe a R$ 5,60

Fechamento B.Side: Ibovespa retoma 103 mil pontos impulsionado por Petrobras, Vale e bancos; dólar sobe a R$ 5,60

Impulsionado pelos principais nomes da Bolsa como Petrobras, Vale e setor bancário, o Ibovespa registrou valorização de 1,50%, aos 103.653,82 pontos. Somado a isso, o mercado adotou um tom positivo em relação às mudanças apresentadas pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) no relatório da PEC dos Precatórios. A visão de especialistas é que o texto tem uma boa chance de ser aprovado no Senado.

Em Wall Street, as bolsas americanas não definiram sinal único novamente. Enquanto os índices Dow Jones e S&P 500 subiram, com os setores bancário e de energia se destacando, o Nasdaq recuou pelo segundo dia consecutivo, em um movimento de queda para as ações de tecnologia, pressionadas pela alta dos Treasuries, os títulos públicos americanos.

No mercado de câmbio, o dólar à vista subiu 0,27%, cotado a R$ 5,6087, mesmo em um dia de maior alívio no noticiário doméstico. Prevaleceu a força da moeda americana ante a maior parte das divisas, desenvolvidas ou emergentes.

Destaques da Bolsa

Entre os destaques positivos da B3, as ações de Petrobras ON e PN dispararam 4,70% e 5,46%, respectivamente, acompanhando a alta do petróleo no mercado internacional. Além disso, investidores repercutiram o comunicado da companhia de que ainda não há qualquer definição para a venda da participação na Braskem, que registrou valorização de 6,68% para seus papéis PNA.

Já o setor bancário subiu em bloco, também refletindo o otimismo pontual do mercado a respeito de um desfecho positivo para a PEC dos Precatórios no Congresso. As ações de Banco do Brasil ON avançaram 3,99%, seguidas por Itaú Unibanco PN (+1,68%), Bradesco PN (+1,93%) e as units de Santander (+1,13%).

Pelo lado negativo, as ações de tecnologia, varejo e construção seguiram em trajetória de baixa, mesmo em um cenário de alívio de juros. Méliuz ON tombou 5,44%, Totvs ON recuou 4,99%, Magazine Luiza ON perdeu 2,72% e Eztec ON se desvalorizou 2,41%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo anterior Após queda superior a 50%, Alibaba volta a ter risco/retorno mais favorável na China
Próxima artigo B.Side Daily Report: bolsas globais recuam antes de feriado nos EUA; mercado enxerga avanços na negociação da PEC dos Precatórios no Senado