B.Side Insights

Daily report

Fechamento B.Side: descolado de NY, Ibovespa avança aos 128 mil pontos com reforma tributária; dólar tem leve alta e vai a R$ 5,18

Impulsionado por ruídos em torno da reforma tributária e na contramão de Nova York, o Ibovespa registrou alta de 0,45%, aos 128.167,74 pontos. Por aqui, o relator do projeto de reforma do Imposto de Renda, deputado Celso Sabino (PSDB-PA), afirmou que decidiu manter os fundos de investimento imobiliários (FIIs) com a alíquota zerada de imposto. Antes, a proposta do governo era taxar os ganhos dessa classe de ativos em 15%. Além disso, Sabino propôs uma redução de 12,5% no Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), com cortes de subsídios para alguns setores, e manteve a tributação de 20% sobre os dividendos, com R$ 20 mil de isenção, segundo fontes ouvidas pelo Valor Econômico.

Entre os indicadores econômicos, o volume de serviços subiu 1,2% em maio em comparação com abril, informou o IBGE. Assim, o setor voltou a ultrapassar o nível pré-pandemia, 0,2% do patamar de fevereiro de 2020.

Em Wall Street, as bolsas americanas recuaram em bloco, reagindo à divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI) dos Estados Unidos, que avançou 0,9% em junho ante maio, acima das expectativas de alta de 0,5% do mercado, renovando os temores de inflação. Por lá, investidores também acompanharam os resultados de JPMorgan e Goldman Sachs, que surpreenderam positivamente e vieram acima do esperado, com lucro de US$ 3,78 por ação e de US$ 15,02 por ação, respectivamente, entre abril e junho de 2021. As estimativas eram de US$ 3,20 e US$ 10,25, nesta ordem.

No mercado de câmbio, o dólar à vista teve uma sessão de volatilidade e subiu 0,13%, cotado a R$ 5,1809, reagindo ao cenário interno de maior otimismo com questões ligadas à reforma tributária e com a maior preocupação no exterior com a inflação mais forte que o esperado nos Estados Unidos.

Entre os destaques da B3, as ações de Hypera ON aceleraram 6,36%, depois de a companhia anunciar a compra de 12 marcas de medicamentos da Sanofi por US$ 190,3 milhões, entre elas os tradicionais AAS e Cepacol.

Já os papéis de Cia Hering ON subiram 5,56%, com a fusão com o Grupo Soma ainda repercutindo positivamente. O Grupo Soma prepara uma oferta primária de ações para 20 de julho que pode movimentar até R$ 750 milhões para a aquisição da Cia. Hering, aprovada pelo Cade no início deste mês sem restrições.

O setor de shopping centers registrou forte avanço, com valorização de 2,63% para BRMalls ON, 2,86% para Multiplan ON, 3,16% para JHSF ON e 2,26% para Iguatemi ON, com expectativa de aceleração da vacinação contra a covid-19 e, consequentemente, menores restrições de mobilidade.

Pelo lado negativo, as ações de Embraer ON recuaram 2,94%, em um movimento de realização de lucros. Ontem, a fabricante de aviões registrou alta superior a 8%, a maior do Ibovespa.

Já alguns nomes do setor bancário também sofreram durante a sessão e encerraram no vermelho, casos de Bradesco PN (-0,08%) e Banco do Brasil ON (-0,43%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo anterior Acabou o grande “boom” dos Estados Unidos, afirma CIO da O3 Capital
Próxima artigo B.Side Daily Report: cautela predomina nas bolsas globais com mercado de olho em inflação nos EUA; reforma tributária deve seguir repercutindo