Fechamento B.Side: sem apetite, Ibovespa sobe pelo terceiro dia seguido e alcança 126 mil pontos; dólar sobe a R$ 5,21

Assets, Fundos & Gestores

Fundamento do bitcoin não mudou mesmo com forte queda, afirma Hashdex

Após atingir o topo histórico em abril, cotado acima dos US$ 63 mil, o bitcoin passou por um movimento de queda livre nos meses...

Conhecida entre os single e multi family offices, RPS Capital abre leque para captação em plataformas de investimento

Bastante conhecida entre single e multi family offices, a RPS Capital, asset com aproximadamente R$ 3 bilhões sob gestão, agora também está disponível nas...

Acabou o grande “boom” dos Estados Unidos, afirma CIO da O3 Capital

Depois de um primeiro semestre de 2021 forte para a economia americana, apoiada por um pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão, uma política monetária...

O3 Capital completa seis meses após abrir para captação estratégia de 7 anos de Abilio Diniz

Antes focada exclusivamente na administração de recursos da Península, holding de investimentos do empresário Abilio Diniz, a gestora O3 Capital completou seis meses desde...

Em um dia de apetite reduzido para os mercados acionários, o Ibovespa registrou leve alta de 0,17%, aos 126.146,66 pontos, em um dia de desempenho ruim para as blue chips, principalmente o setor bancário. Este foi o terceiro pregão de valorização seguida para o índice após um começo de semana ruim.

No cenário doméstico, notícias relacionadas a Brasília ajudaram a diminuir o ímpeto dos investidores, que acompanharam os desdobramentos de uma provável reforma ministerial e ruídos em torno do ministro da Defesa, Braga Netto, que teria feito ameaças contra a realização das eleições de 2022, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

Em Wall Street, as bolsas americanas fecharam no azul, mas próximas da estabilidade, após um inesperado aumento de pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos, com registro de 419 mil solicitações na semana encerrada em 17 de julho. O mercado esperava por 350 mil novos pedidos para a última semana.

Ainda no exterior, o Banco Central Europeu (BCE) manteve a taxa de juros inalterada e adotou um tom mais dovish em relação a outros bancos centrais, que já sinalizam a pretensão de retirada de estímulos monetários. O BCE ajustou o seu “forward guidance” para adaptar a orientação futura de sua política monetária à sua nova meta de inflação de 2% anunciada recentemente. Anteriormente, a meta era de menos de 2%.

No mercado de câmbio, o dólar à vista avançou 0,41%, cotado a R$5,2130, acompanhando o movimento visto no exterior, com a moeda americana ganhando terreno em relação a outras divisas.

Destaques da Bolsa

As ações de Locaweb ON dispararam 5,49%, em um dia positivo para as empresas de tecnologia, que ganharam espaço diante de maiores preocupações em relação à reabertura econômica, diminuindo a atratividade do chamado “kit de reabertura”. Ainda no setor, Totvs ON avançou 2,31%.

Já os papéis de frigoríficos subiram em bloco, com investidores ainda reagindo ao noticiário sobre um surto de peste suína na China. Marfrig ON acelerou 3,34%, JBS ON ganhou 0,53% e BRF ON se valorizou 0,38%.

Estreante na B3, as ações de Multilaser ON tiveram forte ganho de 16,67%.

Apesar da forte queda do minério de ferro na China (cerca de 5% nos portos de Qingdao e Dalian), Vale ON ganhou fôlego no final da sessão e encerrou no azul: valorização de 0,26%.

Pelo lado negativo, operadores citaram um movimento vendedor de estrangeiros em relação às blue chips, como o setor bancário, dando continuidade à fuga de capital externo em julho. Itaú Unibanco PN perdeu 1,02%, Bradesco PN se desvalorizou 0,78% e Banco do Brasil ON recuou 1,48%.

Mesmo com o desempenho positivo do petróleo no mercado internacional, os papéis de Petrobras PN registraram baixa de 0,22%. Por outro lado, as ações ordinárias da companhia subiram 0,13%.

Publicidade

Recomendado

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Recentes

B.Side Daily Report: bolsas globais apresentam tendência de alta após decisão do Fed; balanço da Vale, Caged e IGP-M são destaques

Bolsas globais sobem após reunião do Fed Os índices futuros americanos, com exceção do Nasdaq, operam em leve alta nesta quinta-feira, assim como as bolsas...

Fechamento B.Side: temporada de balanços e Fed mais dovish impulsionam Ibovespa para 126 mil pontos; dólar recua a R$ 5,10

Impulsionado pela temporada de balanços, o Ibovespa registrou alta de 1,34%, aos 126.285,59 pontos, com destaque para o setor bancário e Vale. Somado a isso,...

B.Side Daily Report: Decisão do Fed e temporada de balanços embalam mercado nesta quarta-feira; Santander anuncia saída de Rial como CEO

Mercado aguarda decisão de política monetária do Fed Os índices futuros americanos não definem sinal único, enquanto as bolsas europeias operam no campo positivo, com...

Fechamento B.Side: Ibovespa cai aos 124 mil pontos com temores sobre intervenção da China e com o mercado à espera de Fed; dólar opera...

Em um clima de maior aversão a risco para mercado emergentes, o Ibovespa registrou queda de 1,10%, aos 124.612,03 pontos, também impactado pela cautela...

B.Side Daily Report: bolsas adotam cautela com restrições na China e aguardam balanços de gigantes nos EUA

Bolsas globais adotam cautela com restrições na China Os índices futuros americanos, com exceção do Nasdaq, e as bolsas europeias operam no campo negativo nesta...
Publicidade